|

FORUM_NACIONAL

COMPARTILHE:

HOME / O SIMPACTO / O FÓRUM NACIONAL DE INVESTIMENTOS E NEGÓCIOS DE IMPACTO

O SIMPACTO

O FÓRUM NACIONAL DE INVESTIMENTOS E NEGÓCIOS DE IMPACTO

O Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto é um espaço de construção coletiva social e política que busca articular inovação e impacto para fomentar a construção participativa de soluções para o desenvolvimento econômico e resolução de complexos problemas socioambientais do país, por meio do fortalecimento do ecossistema de impacto.

Cada edição do Fórum é constituída a partir de encontros regionais preparatórios e culmina na realização de um grande evento na área de políticas públicas para a dinamização do ecossistema de impacto do Brasil.

O QUE É

O Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto obedece a uma metodologia específica que visa contribuir com o fortalecimento da democracia participativa no sentido estabelecido pela Constituição Federal de 1988, promovendo um espaço regular de fortalecimento de uma governança participativa, voltado à promoção de consensos em prol de uma agenda articulada e intersetorial de investimentos de impacto e a resolução de problemas econômicos, sociais e ambientais que afligem a sociedade.

O Fórum visa os seguintes propósitos gerais, a serem atingidos ao longo de suas diversas edições:

  1. Promover um ambiente de estímulo à articulação em rede entre gestores públicos nas esferas municipal, estadual e federal, a sociedade civil e a iniciativa privada, aumentando a eficiência e eficácia de suas ações, facilitando processos de inovação na gestão pública, inovação social e desenvolvimento econômico sustentável;
  2. Identificar oportunidades de sinergia e promover a articulação entre as políticas de inovação e impacto, de forma a possibilitar o aperfeiçoamento no ambiente econômico e social que resulte em novos produtos, serviços ou processos no ecossistema de forma integrada.
  3. Favorecer o processo de transferência de conhecimento e de inovação tecnológica e social através da cooperação entre as universidades, setores público e privado produtores de bens e serviços e de outros agentes da sociedade, estimulando a criação de canais de avaliação sistemática do potencial da P&D de forma aplicada aos Nnegócios de Iimpacto.


Em sua primeira edição, em 2024, o Fórum reunirá gestores públicos e outros atores institucionais do ecossistema – públicos e privados – representando organizações tanto ao nível federal quanto dos Estados e municípios brasileiros, responsáveis pela articulação de propostas para criação e configuração do Sistema Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto (Simpacto). O evento está previsto para ser realizado no mês de agosto de 2024, em Brasília.

Temas como intersetorialidade, gestão pública, legislação e princípios norteadores do ecossistema de impacto, descentralização, governança participativa, conexão com outros ecossistemas, e criação de valor público, entre outros, estarão na pauta do evento.

O foco é a construção de um ambiente institucional e regulatório favorável ao desenvolvimento dos Investimentos e Negócios de Impacto.

O público é formado pelos diferentes atores que atuam na configuração e articulação do ecossistema de impacto.
A partir de sua 1a edição, o Fórum deve se repetir a intervalos regulares, bianuais.

Documento Base do Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto

Garanta a sua vaga no Fórum

Sumário

EDIÇÃO 2024

Quando acontece: Agosto de 2024 - Brasília

O 1ª Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto é uma iniciativa do Grupo de Articulação Pró-Simpacto (GAS): uma organização informal de âmbito nacional, que reúne atores públicos e privados, das três esferas da Federação, visando contribuir para o desenvolvimento do ecossistema dos investimentos e negócios de impacto no Brasil. Para isso, o GAS se propõe a promover atividades tanto em nível federal quanto nos Estados e municípios engajados, visando a criação do Sistema Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto (Simpacto), em linha com as propostas resultantes do ciclo de oficinas realizado pelos integrantes e colaboradores da Estratégia Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto (Enimpacto), em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), de outubro/2020 a março/2021, sintetizadas neste documento de referência.

Objetivo geral
Tendo como base as propostas resultantes do ciclo de oficinas “Rumo ao Simpacto” realizado em 2021/2022 pelos integrantes e colaboradores da Enimpacto, contribuir para a estruturação do Sistema Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto (Simpacto), por meio do compartilhamento de conhecimentos, da ampliação de consensos, da articulação entre atores e da produção de recomendações com esta finalidade.

Objetivos específicos

  • Sistematizar, compartilhar e sintetizar conhecimentos que traduzam os aprendizados resultantes das mais relevantes experiências nacionais e internacionais relativas à construção de ambientes e arcabouços institucionais favoráveis ao desenvolvimento dos Investimentos e Negócios de Impacto (INIs);
  • Sensibilizar, mobilizar, reunir e articular atores institucionais de todo o país, interessados na construção de ambientes e arcabouços institucionais favoráveis ao desenvolvimento dos INIs;
  • Debater e aprimorar propostas para a construção de ambientes e arcabouços institucionais favoráveis ao desenvolvimento dos INIs no Brasil, estabelecendo consensos sobre os caminhos a serem seguidos;
  • Ao final, PROPÔR:
    1. diretrizes para a estruturação do Sistema Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto, como eixos estratégicos para o desenvolvimento com sustentabilidade e inclusão social;
    2. bases orientadoras para o marco regulatório e implementação do Simpacto, bem como garantir os mecanismos e recursos para sua operação;
    3. orientações para que o Estado brasileiro, em todos os níveis da Federação, crie ambientes institucionais favoráveis ao nascimento e desenvolvimento de INIs, como forma de enfrentamento dos desafios sociais e ambientais do país, combinada à geração de prosperidade e inclusão social.

METODOLOGIA

Antes de cada edição do Fórum Nacional, deverá ser realizado ao menos um encontro preparatório por região do país:


– Fórum da Regional Sul
– Fórum da Regional Sudeste
– Fórum da Regional Norte
– Fórum da Regional Nordeste
– Fórum da Regional Centro-Oeste

 

Os Fóruns Regionais serão organizados por Coordenadorias Regionais responsáveis por promover:

  • A formação de agenda, a partir das experiências locais e das expectativas regionais, dos resultados das oficinas “Rumo ao Simpacto” e em linha com os objetivos específicos estabelecidos;
  • A identificação, sensibilização e mobilização de hubs e lideranças locais, conforme o perfil visado pelo evento;
  • A realização de atividades para estimular um ambiente de conexão, debate e troca de conhecimentos entre os Estados e municípios da região.

Cada Coordenadoria Regional poderá contar com o suporte de uma Secretaria Executiva, a ser estabelecida pelos próprios integrantes da articulação regional.

Fórum Nacional

Voltado para a construção de consensos e formulação das propostas indicadas nos objetivos específicos, o Fórum Nacional Bianual acontecerá no mês de maio de 2024 em Brasília, e será organizado por uma Coordenadoria Nacional, com o suporte de um Comitê Executivo.

São previstos 3 dias de evento, com atividades de troca e difusão de conhecimento no primeiro dia, atividades de cocriação no segundo e uma plenária final no terceiro dia do evento voltada para a definição de objetivos e metas a curto, médio e longo prazo. Cada Fórum Nacional Bianual também será responsável pela definição do tema central a ser debatido no próximo evento.

Governança do Fórum

O Comitê Executivo será constituído por alguns dos membros da Coordenação Nacional. Contará com seis integrantes ao todo, e terá como missão a organização do Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto.

Coordenadoria Nacional
Até a realização do I Encontro Nacional Bianual, a Coordenadoria Nacional do Fórum será formada por:

  • Representantes do Comitê Executivo do Grupo de Articulação Pró-Simpacto -GAS. (seis ao todo)
  • Dois representantes de cada Coordenadoria Regional (dez ao todo)

A coordenadoria nacional terá o papel de alinhar as discussões realizadas no âmbito dos Fóruns Regionais, a fim de repassar os encaminhamentos das perguntas norteadoras para o Comitê Executivo, organizando o documento referente ao debate realizado para o âmbito nacional.

Coordenadorias Regionais:
Até a realização do I Encontro Nacional Bianual, cada Coordenadoria Regional será formada por:

  • Dois integrantes da Articulação Regional do GAS (Grupo de Articulação Pró-Simpacto);
  • Duas lideranças locais de cada Estado ou Município, quando houver representação;
  • Dois Coordenadores do Fórum Regional


As Coordenadorias Regionais são responsáveis pela articulação dos participantes no Fórum Regional e pela realização do evento preparatório em nível regional.

MAIS INFORMAÇÕES

Acesse aqui o projeto do evento.

Mais informações podem ser obtidas em secretariaprosimpacto@gmail.com

Inscreva-se no Fórum Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto:

Governo quer investir R$ 180 bilhões no ecossistema de impacto do Brasil em 10 anos

Meta do plano de trabalho da Estratégia Nacional de Economia de Impacto (Enimpacto) inclui alcançar

COMPARTILHE:

Coalizão Pelo Impacto dedica R$ 34 milhões para o fortalecimento de organizações sociais em todo território nacional

Iniciativa tem como objetivo expandir o fomento a negócios de impacto para além do eixo

COMPARTILHE:

Evento com foco na criação de projetos de impacto positivo oferece prêmios de até R$ 15 mil

O CriaBrasil 2023 é um evento com diversas atrações e ações interativas que unem cultura,

COMPARTILHE:

plugins premium WordPress